Quem tem medo de atualizar a BIOS?

Browse By

Atualizar a BIOS é uma das operações que a maioria dos técnicos temem fazer, isto porque uma atualização incorreta pode danificar o equipamento.. certo?
Em parte, sim… se ocorrer uma queda de energia ou uma corrupção do arquivo de atualização (.rom) durante essa atualização pode resultar num problema quase irreversível.
Eu disse “quase” porque algumas placas-mãe cujo chip CMOS sejam equivalentes basta trocar a defeituosa que o problema está resolvido, porém isso significa que você vai ter que “garimpar” uma placa cujo defeito não esteja relacionado à BIOS/CMOS, o que é muito dificil.

Dicas de Informatica

A maioria das placas-mães da atualidade são inteligentes e a BIOS pode ser atualizada on-line, ou seja, você instala um aplicativo do fabricante da placa-mãe que ele te mantém informado e sua placa é atualizada sem problemas. Mas existem casos em que são necessários atualizar no nível mais baixo do hardware (como modo comando de baixo nível podemos citar o antigo MSDOS) e isto é um problema pois sistemas como Windows XP ou superiores não usam mais o modo MSDOS e a única forma de iniciar via MSDOS seria criando um boot do MSDOS num disquete (argh!!!!)… e esse cara anda sumido, praticamente obsoleto… algumas montadoras ainda insistem em adicionar o drive de disquete de 1,44MB… até recentemente a Receita Federal só aceitava a Declaração do Imposto de Renda via disquete.

Vamos supor que o cliente adquira uma placa-mãe que venha com um problema de BIOS seja uma mensagem que apareça durante a leitura da BIOS (tipo: Pressione F1) ou um mal funcionamento no som ou aparecimento de erro GPF (Falha de Proteção Geral – a famosa “tela azul da morte”), enfim, muitos desses problemas podem ser resolvidos simplesmente atualizando a BIOS.

O que a maioria dos técnicos fazem é trocar a placa-mãe, isto porque a maioria ainda temem atualizar a BIOS pois ainda acreditam que tem todas as chances de insucesso… mas na verdade é muito simples atualizar as informações da BIOS, na maioria das vezes basta localizar a marca e depois o modelo do equipamento no site do fabricante, baixar e executar o aplicativo de atualização que inclui essas informações na CMOS, é o caso de fabricantes como: ASUS, FOXCONN, etc.

Mas nesses meus 15 anos de carreira como suporte sempre atualizei BIOS, firmwares (de HD, driver de CD/DVD, modem, etc…) e nunca tive um só caso de insucesso.

Mas com o sumiço do disquete e com a incompetência de certos fabricantes eu esbarrei nesse problema hoje, quando um cliente reclamou que o som não estava funcionando… mesmo trocando o sistema operacional, atualizando os drivers mais recentes, alterando parâmetros na BIOS o som não funcionava, então resolvi atualizar a BIOS e caí noutro problema: “Tenho o drive de disquete, tenho um CD original do Windows 98SE, mas não tenho disquetes…) e foi nessa hora que o Hirens Boot me salvou.

Primeira coisa a fazer é descobrir a marca e modelo da placa-mãe a ser atualizada (não se preocupe se baixar a atualização para a marca/modelo incorreto, o máximo que você vai perder é seu tempo e ter que refazer tudo do início novamente).

Basta procurar na placa-mãe qual o modelo, ex: APMCP61-B3 – Esse modelo é da fabricante PCWARE.
Entre com a informação no Google e assim que encontrar baixe sempre do fabricante. O site que tem todas informações – www.pcwarebr.com.br

Localizado o produto procure por drivers e BIOS e baixe o mais recente (a última atualização sempre contém todas as correções anteriores).

Baixe a atualização (geralmente vêm junto com a atualização (ARQUIVO.ROM) um manual e o programa que grava a BIOS (AMBIOS.EXE, AFDOS.EXE, etc, dependendo do fabricante da BIOS), copie-os para uma pasta na raiz do disco (ex: C:/BIOS) e faça uma cópia dessa pasta (com os arquivos, claro!) para um pendrive qualquer.

Coloque o pendrive numa das entradas do PC a ser atualizado, Inicie o computador com o CD do Hirens Boot na tela principal, escolha START BOOTCD

informatica

Assim que ele carregar o boot, escolha a opção NEXT

informatica

Na próxima tela, escolha a opção BIOS/CMOS TOOLS

informatica

Na outra tela, escolha CMOS SAVE / RESTORE TOOLS
Deixe ele carregar a ferramenta e assim que carregar vai aparecer um prompt do sistema, ex: E:/CSTOOLS/>

Nesse prompt, digite a letra da unidade do pendrive, ex: F:  e pressione enter, e entre na pasta BIOS, ex: CD BIOS e dentro da pasta, digite: AFUDOS NOMEDORQUIVODABIOS.ROM (no caso-exemplo: afudos DGM37210.rom) e aguarde a atualização (NÃO INTERROMPA ESSE PRIOCESSO, MESMO QUE PAREÇA DEMORAR OU TRAVADO), normalmente levam alguns segundos.

Assim que o processo terminar, reinicie o computador… se tudo ocorrer como o esperado, quando reiniciar deverá aparecer uma mensagem dizendo que a BIOS foi alterada e que você deve pressionar F1 para entrar no SETUP.

Lembrete: Costuma-se referir CMOS e BIOS a mesma coisa, porém são distintas pois BIOS são as informações sobre o hardware do equipamento, enquanto que CMOS é onde essas informações são armazenadas.

BIOS, em computação Basic Input/Output System (Sistema Básico de Entrada/Saída). O termo é incorretamente conhecido como Basic Integrated Operating System (Sistema Operacional Básico Integrado) ou Built In Operating System (Sistema Operacional Interno). O BIOS é um programa de computador pré-gravado em memória permanente (firmware) executado por um computador quando ligado. Ele é responsável pelo suporte básico de acesso ao hardware, bem como por iniciar a carga do sistema operacional.

CMOS, É um tipo de tecnologia empregada na fabricação de circuitos integrados onde se incluem elementos de lógica digital (portas lógicas, flip-flops, contadores, decodificadores, etc.), microprocessadores, microcontroladores, memórias RAM, etc

Recomendados Para Você: