Porque minha conexão wireless (sem fio) ou cabeada é tão ruim?

Browse By

Internet no Brasil por default é ruim, aliás segundo um artigo publicado no site da Revista Galileu, o Brasil tem a internet mais lenta e mais cara do mundo, mas na verdade o que acontece na prática é que a operadora (Oi, otários) garante APENAS 10% da velocidade contratada, ou seja, se você contrata uma conexão de 4Mbps você tem APENAS 400Kbps…

Minha conexão wireless (sem fio) ou cabeada é tão lenta

oi velox

Conexão wireless

Como se não bastasse ainda existem outros fatores externos e internos que podem tornar sua internet AINDA mais lenta, como:

Se você usa wireless via antena então… geralmente os provedores wireless limitam a banda de 128Kbps à 256Kbps, isso sem levar em conta que qualquer coisa influencia no acesso wireless, ex: celulares, microondas, paredes funcionam como filtro, estruturas metálicas, árvores no meio do caminho, etc;

Existe algumas pessoas que utilizam alguns truques como um concentrador caseiro, feito com algum material plástico revestido com papel alumínio, como se fosse uma parabólica, para limitar o sinal wireless ao seu ambiente.

oi velox

Conexão wireless

Mas muitas outras coisas devem ser avaliadas, como: frequência de recepção, modo de frequência, etc.

Antes de comprar uma antena/adaptador, verifique em que frequência a torre/equipamentos do provedor costuma trabalhar, ex: 802.11b/g/n, lembrando que o .11 se refere à velocidade de conexão (11 Mbps) e não é uma taxa suficiente para garantir que um jogo on-line funcione adequadamente ou que um download seja rápido, mas a intenção da wireless é garantir acesso à internet e tirando a retransmissão de pacotes, modulações, criptografia, etc, pode chegar à uns 6Mbps e qualquer coisa, inclusive o tráfego de pessoas, exercem influência na conexão, além do fator distância, que é de no máximo 100 metros e com as interferências de paredes, pessoas, entre outras coisas, a distância pode limitar-se à 15 metros.

O ideal é ter um propagador de sinal, um Ponto de Acesso, por exemplo, para melhorar o sinal. O ideal é que o AP seja configurado no modo cliente e que se use o cabo, embora o wireless seja exatamente para excluir os fios, mas o cabo de par trançado (aquele azul) categoria 5, contem uma resistência melhor, e um AP pode fazer o papel de um HUB, desde que se atenda alguns critérios, como:

– Manter o mínimo necessário do cabo sem blindagem, veja na imagem abaixo dois casos (certo/errado) da crimpagem de um cabo de rede.

oi velox

Conexão wireless

– Não desenrolar os pares dos fios, somente o necessário para organiza-los na crimpagem, pois é exatamente a “trança” que melhora a resistência, o ideal é deixar 2,5 cm de fio sem trança, segundo MORIMOTO.

Colocar o AP em um ponto estratégico, onde o sinal seja difundido para todos os locais onde se espera conexão ou usar outros AP’s como AP+WDS (Sistema de Distribuição Wireless), que recebe e re-propaga o sinal.

Além disso a wireless é muito insegura… com o programa correto é possível um vizinho ter acesso à sua rede e usar sua conexão de graça e nem mesmo uma chave bem criada poderá impedir que softwares inteligentes consigam decifra-la até porque existem falhas nos firmwares de certos equipamentos que facilitam a quebra da segurança, às vezes você nem se dá conta que alguém está usando sua internet sem sua autorização.

Mas você poderá dizer: Ah, eu uso restrição por MAC… Sinto muito te informar mas com o software certo qualquer um consegue checar o MAC da sua placa, clona-la e ter acesso ao seu AP, modem, enfim…

E agora vamos falar um pouco sobre a rede cabeada…

Além do fato de que a sua ADSL não passa de uma (Acesso Discado Super Lenta), a operadora costuma enganar os usuários, usando a banda não usada de um cliente para acelerar a de outros que fazem parte do mesmo circuito, daí se algum dos usuários usarem de recursos não convencionais ou se houver alguma falha na rede um usuário pode usar uma velocidade maior que os demais, a operadora pode também adicionar mais usuários que o padrão se detectar que a velocidade total de certo circuito não está sendo totalmente usada.

Internet Lenta

Deixando a internet um pouco de lado e falando sobre rede no sentido de tráfego intranet, alguns equipamentos enganam os usuários quanto à sua eficiência, exemplos:

HUB’s são lentos pois servem apenas como multiplicadores de portas de conexão (esses são chamados HUB passivo), exceto àqueles que tenham uma porta chamada UP LINK, que tem função de uma porta Switch. “O HUB apenas retransmite todos os dados que chegam à todas as estações conectadas à ele, como um espelho” (MORIMOTO), e com isso o barramento de dados disponível é compartilhado com todas as estações e apenas uma estação pode transmitir de cada vez, ou seja, o pacote percorre a rede inteira até achar o destinatário, já os Switchs envia os dados para o destinatário certo, e por ser inteligente há a possibilidade de ser misturar tecnologias diferentes (placas 10/10 – placas 10/100) enquanto que no caso do HUB tudo será 10/10.

Outro fator interessante é a marca/modelo da placa de rede, fuja de marcas como VIA, as famosas pirateadas RTL-8169SC, ENCORE, prefira as autênticas REALTEK, ATHEROS, INTEL, etc.

É importante fazer um projeto de redes antes de implanta-la, traçar estratégias de qual o melhor lugar para colocar um AP, passar um cabo de rede (longe da rede elétrica pois a energia elétrica também vaza e pode causar interferências na rede), testar o envio de pacotes, conexões, aferir o teste adequadamente.

Os problemas de conexão estão sempre associados à estrutura incorreta, equipamentos inadequados e baixa qualidade do equipamento, por isso é sempre indicado contatar um profissional que tenha experiência pois uma rede vai além da compra de equipamentos e crimpagem de cabos.

Recomendados Para Você: